quarta-feira, fevereiro 16, 2005

Social 01

Foto de Luís Olival

Depois de se percorrer uns bons quilómetros pelo interior de Portugal cresce um sentimento de apreensão. Assaltou-me a ideia de que o país corre o risco de se fracturar longitudinalmente e entrar em deriva pelo Atlântico.
Não, não li recentemente a jangada de pedra. Tem tudo a ver com forças: o centro de massa deste país desloca-se perigosamente para os lados da praia, provocando uma tensão crescente e no limiar da suportabilidade na placa que se situa à esquerda da linha que une Setúbal a Viana.
O sonho que move esta debanda geral em busca da terra prometida desfaz-se cruelmente no crú pulsar das urbes.
Até quando, até à fractura final?

6 comentários:

  • Todas as fotografias expostas têm a permissão dos respectivos autores.
  • Exceptuam-se apenas as fotos da Secção Biografias.
  • O Blografias agradece a todos os autores que participam neste espaço de divulgação de fotografia
  • Optimizado para o IE 7.0 com resoluções de 1280 por 768 ou superiores

    Espaço criado e gerido por Francisco Máximo

    Blografias com luz - 2005-2012