segunda-feira, março 07, 2005

Social 05

Quase 70% das crianças entregues a instituições em Portugal nunca regressarão à família biológica, nem terão um novo lar com pais adoptivos. O número põe a descoberto a falência de uma política de protecção de menores que dá prevalência à família na promoção de direitos e na protecção da criança.

Em Portugal encontram-se internados em lares ou centros de acolhimento temporário 15 646 crianças e jovens. Segundo dados fornecidos pelo Ministério da Segurança Social e da Família, "os projectos de vida que prevêem a desinstitucionalização da criança ou jovem representam 31 por cento do total". Só esta pequena franja regressa "à família nuclear ou alargada, é encaminhada para adopção, apoio para autonomia de vida ou confiança a pessoa idónea".

Paula Cristina Martins, na sua tese de doutoramento, apresentada no ano passado, afirma que "a intervenção junto das famílias das crianças e jovens em risco - não obstante o seu carácter crucial - constitui uma espécie de terra de ninguém, cuja atribuição não é cabalmente assumida por nenhuma entidade". O cónego Narciso Fernandes, responsável pelo Centro Social do Padre David Oliveira Martins, em Ruilhe, Braga, reconhece que "o trabalho da Segurança Social com as famílias é zero".

Fonte DN

6 comentários:

Anónimo disse...

he absurdo k "as crianças", n sejam reabilitadas em novas familias... pk eu konheço dois ou tres casais kom imensos problemas em arranjar putos.

Gaspar VS disse...

"Saúda aquela criança que passa, será, talvez, um homem; saúda-a duas vezes, será, talvez, um grande homem."

- Confúcio

Joan disse...

Thank you!
[url=http://xholxlbo.com/rpuh/upet.html]My homepage[/url] | [url=http://myeqznqw.com/ztna/uynx.html]Cool site[/url]

Quentin disse...

Great work!
My homepage | Please visit

Nancy disse...

Great work!
http://xholxlbo.com/rpuh/upet.html | http://eaijghkk.com/rerg/bjyk.html

Nancy disse...

Great work!
http://xholxlbo.com/rpuh/upet.html | http://eaijghkk.com/rerg/bjyk.html

  • Todas as fotografias expostas têm a permissão dos respectivos autores.
  • Exceptuam-se apenas as fotos da Secção Biografias.
  • O Blografias agradece a todos os autores que participam neste espaço de divulgação de fotografia
  • Optimizado para o IE 7.0 com resoluções de 1280 por 768 ou superiores

    Espaço criado e gerido por Francisco Máximo

    Blografias com luz - 2005-2012